N.E.D – Não Entendo Direito – Se vai matar alguém, não faça um manual de instruções! – Crime em Jataí-GO – Julho/2013

Não poderia deixar de registrar este fato estarrecedor que ocorreu na minha Pasárgada e que teve grande repercussão nacional! Um crime, no mínimo bizarro, que imaginávamos (comunidade de Jataí) que só ocorria nos grandes centros ou fruto da imaginação de Hollywood!

Crime bizarro em Jataí!

Uma das jovens suspeitas de assassinar a estudante Bianca Mantelli Pazinatto, 18, que cursava o terceiro período de biomedicina na Universidade Federal de Goiás, em Jataí (327 km de Goiânia), afirmou nesta terça-feira (30) à TV Anhanguera, retransmissora da Rede Globo em Goiás, que uma das razões que a motivaram a matar foi para que a vítima não ficasse com mais ninguém. “Se ela não vai ficar comigo, não vai ficar com mais ninguém”, disse a menor.

As duas suspeitas tiveram de deixar Jataí após ameaça de linchamento. Revoltados com o crime, familiares e amigos da vítima ameaçaram agredir as duas, que estavam na delegacia da cidade. As informações sobre a mobilização chegaram ao delegado André Fernandes de Almeida, que pediu a transferência das adolescentes L., 17 anos, e M., 16 anos, na tarde dessa terça-feira (30). As duas estão na Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (DEPAI), em Goiânia.

Na entrevista, a menor relatou que, após atrair Bianca para sua casa, sua “colega” as aguardava atrás da porta do quarto e, assim que entraram, agarrou a estudante e tapou sua boca. “Amarrei as mãos, os pés, e senti que ela estava se debatendo muito, tentando gritar. Ela ficou muito desesperada. E a gente falou assim: ‘não tem outro jeito'”.

O crime que chocou os moradores de Jataí aconteceu na manhã de segunda-feira (29), quando Bianca foi assassinada a facadas desferidas por duas amigas. A morte teve motivação passional e ocorreu por volta das 9h40. O corpo da vítima foi encontrado na noite do mesmo dia embaixo da cama da adolescente L.. Segundo informações da Polícia Civil, Bianca estava com os braços e os pés amarrados e coberto por sacos plásticos.

A polícia descobriu ainda que as duas adolescentes planejaram a morte da jovem. Uma carta descrevia com detalhes todas as ações, que terminariam com o ateamento de fogo no corpo de Bianca, no Conjunto Estrela Dalva, um bairro da cidade. Um litro de álcool e fósforos foram encontrados dentro da mochila de M..

Sumiço

No dia do crime, Bianca saiu de casa por volta das 9h e desde então estava desaparecida. O pai da vítima comunicou seu sumiço no 1° Distrito Policial de Jataí depois que tentou ligar para o celular da filha sem sucesso. Após buscas pela cidade, a família localizou uma carta que a adolescente L., de 17 anos, havia escrito para Bianca. No texto, havia declarações de amor e ameaças. A polícia então foi até a casa de L., que, ao lado da mãe, negou que Bianca estivesse no local. Ela disse que a jovem havia mandado uma mensagem por celular dizendo que iria visitá-la, mas ainda não tinha aparecido.

L. contou que as duas eram amigas e tinham se aproximado pelo Facebook, mas confessou que teve um relacionamento amoroso com a vítima assim que um dos policiais mostrou a carta encontrada no quarto de Bianca. Segundo L., as duas estavam separadas, pois Bianca a teria traído com outra mulher. Após a conversa, os policiais resolveram seguir L., que foi conversar com uma amiga num shopping da cidade.

Calça com sangue

Durante o percurso, os policiais receberam uma ligação informando que uma amiga de L., identificada como M., 16 anos, teria sido vista pela cidade com a calça suja de sangue. Eles procuraram L., que confirmou ter se encontrado com M.. Segundo ela, o sangue seria de uma carne que as duas tinham tirado do congelador de sua casa. L. levou os policiais até a casa de M., que confirmou a história. As duas adolescentes foram dispensadas pelos investigadores.

No início da noite, em uma nova diligência à casa de L., os policiais foram recebidos pela mãe da adolescente e autorizados a ir até o quarto da garota, que não estava no local. Em vistoria, eles encontraram uma mochila com luvas, sacos, gazes e faca sujos de sangue. Ao olhar embaixo da cama, encontraram o corpo de Bianca. As duas adolescentes, que estavam na casa de M. foram levadas para a delegacia, onde confessaram o crime.

Publicado no site N.E.D., em julho/2013.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes
Esta entrada foi publicada em A Caminhada e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas para N.E.D – Não Entendo Direito – Se vai matar alguém, não faça um manual de instruções! – Crime em Jataí-GO – Julho/2013

  1. Pingback: Estudo da ONU aponta Jataí como a segunda cidade com maior poder aquisitivo de Goiás – agosto/2013 | Projeto Pasárgada

  2. Lucia silva disse:

    Curso direito e queria entra em grupos que fosse com intuto de estudo troca de informacoes e materias para melhor entender o direito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *